Dicas para sua casa ser sustentável Reviewed by Vida sustentável on . Todos estamos querendo ou não caminhando para uma vida mais sustentável, o consumismo faz com que os recursos não renováveis de nosso planeta fiquem cada vez ma Todos estamos querendo ou não caminhando para uma vida mais sustentável, o consumismo faz com que os recursos não renováveis de nosso planeta fiquem cada vez ma Rating:
Você está aqui:Home » Sustentabilidade » Dicas para sua casa ser sustentável

Dicas para sua casa ser sustentável

Eco casa

Todos estamos querendo ou não caminhando para uma vida mais sustentável, o consumismo faz com que os recursos não renováveis de nosso planeta fiquem cada vez mais escassos, causando um aumento no preço das matérias primas. Pelo lado ecológico, quanto mais consumo mais produtos vão para os lixões, se não tornar grande parte desse lixo reciclável e reutilizável poderemos em breve não ter mais espaço para tanto lixo, coisa que já ocorre em alguns países da Europa.


Quem quer ter uma postura mais sustentável em casa precisa tomar alguns cuidados. Julio Erthal, gerente da empresa SustentaX, enumera 12 questões importantes:

1) Selecionar equipamentos como geladeira e ar-condicionado com fluidos refrigerantes sem CFC, HCFC e halons – compostos cuja emissão causam dano à camada de ozônio

2) Economizar energia, comprando produtos com selo Procel com nível A na “Etiqueta de conservação de Energia INMETRO”, desenvolvida pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica que indica níveis de eficiência energética

3) Dar preferência a lâmpadas fluorescentes ou leds, que apresentam baixo consumo de energia

4) Buscar a segmentação da iluminação, evitando que um só interruptor acenda tudo

5) Economizar água instalando válvulas de descarga com duplo fluxo (de 3 e 6 litros), para líquidos e sólidos. É aconselhável instalar também torneiras com sensor na pia do banheiro

6) Optar por prédio que faz a separação e a destinação correta dos resíduos, incluindo a do óleo de cozinha

7) Exigir dos fornecedores de madeira o Documento de Origem Florestal (DOF), emitido pelo IBAMA, e o selo de manejo florestal Forest Stewardship Council (FSC)

8) Dar preferência a produtos regionais, para evitar o transporte, o que reduziria a emissão de gases de efeito estufa e estimularia a economia local

9) Utilizar lâmpadas com baixo teor de mercúrio, substância altamente prejudicial à saúde e ao meio ambiente

10) Comprar tintas, vernizes, colas, selantes, compensados, pisos e laminados com baixos índices de compostos orgânicos voláteis – poluentes emitidos no processo de fabricação desses produtos

11) Buscar projetos que tenham ventilação cruzada, com entrada e saída diferentes do ambiente, favorecendo o trânsito de ventos e a renovação do ar, o que garante o conforto térmico do imóvel.

12) Escolher projetos que trabalham a orientação solar, aproveitando ao máximo a iluminação natural ao longo do dia. Isso evita com que a luz seja acesa sem necessidade.

[Fonte]

Sobre o autor

Apenas alguem em busca de uma vida sustentável, um mundo mais feliz, que respeite a natureza e que use a tecnologia em beneficio de todos, principalmente da vida.Veja mais artigos de

Número de entradas : 1511
Voltar para o topo