Pilulas de Bactérias é o mais novo Tratamento para uma série de Doenças Reviewed by Vida sustentável on . Por muitos anos os germes e bactérias eram os inimigos numero um da humanidade, usávamos sabonetes bactericidas, desinfetantes anti-germes, etc. Afinal tínhamos Por muitos anos os germes e bactérias eram os inimigos numero um da humanidade, usávamos sabonetes bactericidas, desinfetantes anti-germes, etc. Afinal tínhamos Rating: 0
Você está aqui:Home » Modo de Vida » Pilulas de Bactérias é o mais novo Tratamento para uma série de Doenças

Pilulas de Bactérias é o mais novo Tratamento para uma série de Doenças

Por muitos anos os germes e bactérias eram os inimigos numero um da humanidade, usávamos sabonetes bactericidas, desinfetantes anti-germes, etc. Afinal tínhamos que eliminar nosso inimigos, no entanto uma nova pesquisa sugere que o crescimento de certos tipos de bactérias no corpo podem ser benéficas no tratamento de algumas doenças. As companhias farmacêuticas estão trabalhando no desenvolvimento de pílulas de bactérias, com espécies que ocorrem naturalmente e as geneticamente modificadas para cuidar de pacientes que sofrem de doença como as gastrointestinais, doenças mentais, diabetes, e até obesidade.

 

Remédios Naturais

 

O corpo humano é uma verdadeira floresta de bactérias, o intestino é o único lar de entre dez e 1.000 trilhões de células bacterianas que se enquadram em cinco filos diferentes. Elas auxiliam em tudo, desde a digestão de fibra e a síntese de vitaminas para a absorção de nutrientes. Novas espécies continuam a ser descobertas, e alguns especialistas acreditam que as doenças que vão desde depressão a colite pode ser causada por um desequilíbrio microbiano do corpo.

Diversas empresas farmacêuticas estão no processo de identificação de bactérias benéficas e adicioná-las aos comprimidos que podem ser administradas igual a seus homólogos cheios de produtos químicos.

Recentemente uma empresa farmacêutica americana veio a público para anunciar o desenvolvimento de uma pílula que combina cepas de bactérias para tratar Clostridium difficile. Outra farmacêutica americana também está realizando testes com pílulas de bactérias para curar algumas doenças, mas está usando uma única estirpe de organismos geneticamente modificados em seu lugar. De acordo com o Supremo Tribunal Federal americano, os Estados Unidos não permite que as espécies que ocorrem naturalmente possam ser patenteadas, mas aqueles que são cientificamente alterada pode ser uma enorme fonte de receita.

Mesmo que ainda não seja totalmente claro se um desequilíbrio de bactérias podem causar doenças como a doença de Crohn ou colite ulcerosa, os pacientes podem ter em breve a opção de tomar um comprimido cheio de criaturas vivas para aliviar seu sofrimento.

[Fonte]

Voltar para o topo