Obesidade agora é Oficialmente uma Doença Reviewed by Vida sustentável on .   Como todos sabemos, as maiores novidades da medicina vem de fora do Brasil, é essa não é diferente, mesmo que já seja chamado a muito tempo de doença, a   Como todos sabemos, as maiores novidades da medicina vem de fora do Brasil, é essa não é diferente, mesmo que já seja chamado a muito tempo de doença, a Rating:
Você está aqui:Home » Modo de Vida » Obesidade agora é Oficialmente uma Doença

Obesidade agora é Oficialmente uma Doença

Obesidade agora é Oficialmente uma Doença

 

Como todos sabemos, as maiores novidades da medicina vem de fora do Brasil, é essa não é diferente, mesmo que já seja chamado a muito tempo de doença, a obesidade é considerada uma “desordem” e não doença segundo a OMS. Mas um grande grupo de médicos dos EUA reconheceram oficialmente que a obesidade é uma “doença” em vez de “desordem”. A notícia de que a Associação Médica Americana agora está chamando a obesidade de doença poderá ter algumas implicações importantes para a forma de como os pacientes obesos são tratados, os métodos de tratamento que são oferecidos e como eles são cobertos pelos planos de saúde e seguradoras.

 

“A obesidade sendo uma doença vai ajudar a mudar a forma que a comunidade médica aborda esta questão complexa, que afeta aproximadamente um em cada três norte-americanos,” Dr. Patrice Harris, membro do conselho da associação, disse em um comunicado. Ela também sugeriu que a nova definição de obesidade ajudaria a melhorar a investigação e tratamento de diabetes tipo 2 e doença cardíaca , estas são apenas duas das muitas doenças ligadas à obesidade.

No Brasil não existem dados recentes, mas segundo o IBGE, em pesquisa feita em 2008 e 2009, a obesidade atinge 12,4% dos homens e 16,9% das mulheres com mais de 20 anos, 4,0% dos homens e 5,9% das mulheres entre 10 e 19 anos e 16,6% dos meninos e 11,8% das meninas entre 5 a 9 anos. A obesidade aumentou entre 1989 e 1997 de 11% para 15% e se manteve razoavelmente estável desde então sendo maior no sudeste do país e menor no nordeste. (WIKI)

A AMA anunciou sua decisão em recente reunião anual da associação em Chicago. É interessante notar que a decisão, na verdade, foi contra as recomendações do Conselho da Associação de Ciência e Saúde Pública, que havia estudado a questão durante o ano passado. O conselho disse que a obesidade deve não ser considerada uma doença, principalmente porque o método usado atualmente para definir a obesidade, ou seja, o índice de massa corporal (IMC), é vago e falho.

Os benefícios que podem ocorrer a partir do reconhecimento da obesidade como uma doença seria que ajudaria a minimizar o estigma que atualmente vem com a obesidade, a noção de que as pessoas obesas são os culpados por sua condição por comer demais ou exercício muito pouco. Médicos há muito tempo observou que muitos pacientes simplesmente não são capazes de controlar seu peso.

“A sugestão de que a obesidade não é uma doença, mas sim uma conseqüência de um estilo de vida escolhido exemplificado pelo excesso de alimentação e ou inatividade é equivalente ao que sugere que o câncer de pulmão não é uma doença, porque foi provocada pela escolha individual de fumar cigarros”, a ressalva a resolução .

[Fonte][Foto]

Voltar para o topo