Telefones Celulares Vão Proteger as Florestas do Desmatamento Reviewed by Vida sustentável on . O jovem Topher White criou um dispositivo que transforma telefones celulares velhos  em um sistema de monitoramento de florestas. O sistema é simples, conta com O jovem Topher White criou um dispositivo que transforma telefones celulares velhos  em um sistema de monitoramento de florestas. O sistema é simples, conta com Rating: 0
Você está aqui:Home » Meio Ambiente » Telefones Celulares Vão Proteger as Florestas do Desmatamento

Telefones Celulares Vão Proteger as Florestas do Desmatamento

O jovem Topher White criou um dispositivo que transforma telefones celulares velhos  em um sistema de monitoramento de florestas. O sistema é simples, conta com microfones sensíveis para captação de ruídos da floresta,  planos de celulares de baixo custo e a geração de energia para os equipamentos é  por meio de painéis solares simples, para operação independente e a longo prazo mesmo em áreas remotas..

O projeto é chamado de  Rainforest Connection e está atualmente  sendo  utilizado para impedir a exploração de madeira ilegal na Indonésia, detectando a presença de motosserras e outras máquinas em uma floresta protegida.

Celulares Vão Proteger as Florestas do Desmatamento

Celulares Vão Proteger as Florestas do Desmatamento

Agora, ele terminou um projeto do Kickstarter com grande sucesso, ele queria arrecadar 100mil dólares, mas conseguiu quase o dobro. Com esse dinheiro ele levará o sistema  para outras selvas e florestas remotas, quem sabe até aqui no Brasil.

Rainforest transforma os smartphones reciclados em dispositivos de escuta, autônomos movidos a energia solar que podem identificar sinais de atividade destrutiva como moto serras e tratores a grande distância.

Telefone Celular pode salvar a floresta

Telefone Celular pode salvar a floresta

É o primeiro sistema em tempo real escalável, de detecção de exploração madeireira no mundo, apontando atividade de desmatamento no momento que ele ocorre. Cada equipamento pode monitorar 300 hetares de mata.

Segundo o idealizador do projeto  “No final de 2014, vamos lançar aplicativos na web para dispositivos móveis e deixar nossos apoiadores transmitir os sons ao vivo da floresta tropical na África e na Amazônia.

Fonte

Voltar para o topo