C40 São Paulo Summit 2011 – Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas Reviewed by Vida sustentável on . O prefeito de São Paulo Gilberto Kassab apresentou na manhã desta quarta-feira (1º) as Diretrizes para o Plano de Ações da Cidade de São Paulo para a Mitigação O prefeito de São Paulo Gilberto Kassab apresentou na manhã desta quarta-feira (1º) as Diretrizes para o Plano de Ações da Cidade de São Paulo para a Mitigação Rating:
Você está aqui:Home » Meio Ambiente » C40 São Paulo Summit 2011 – Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas

C40 São Paulo Summit 2011 – Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas

C40 São Paulo Summit 2011

O prefeito de São Paulo Gilberto Kassab apresentou na manhã desta quarta-feira (1º) as Diretrizes para o Plano de Ações da Cidade de São Paulo para a Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas. A medida pioneira foi divulgada durante a cerimônia de abertura da C40 São Paulo Summit, realizada nesta quarta-feira (1º), no Sheraton São Paulo WTC Hotel, no Itaim Bibi, Zona Sul da Capital. A quarta edição do congresso internacional – a primeira no Hemisfério Sul – acontecerá até sexta-feira (3) e vai discutir os esforços globais para enfrentar as mudanças climáticas e promover o crescimento sustentável.

Diante de diversas autoridades mundiais, como o ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, o prefeito de Nova York e presidente da Rede C40, Michael Bloomberg, e o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, Kassab destacou a importância das iniciativas empregadas pelo Município no combate às mudanças do clima e que foram publicadas no documento.

“Essa publicação trata das questões do transporte, energia, construções sustentáveis, uso do solo, resíduos urbanos, saúde e educação para o desenvolvimento sustentável. Ela também aponta soluções para os mecanismos econômicos e financeiros, reforçando a abordagem da gestão e planejamento urbano no contexto clima consciente”, explicou o prefeito de São Paulo.

É com ações consolidadas que as Diretrizes foram publicadas. “Algumas podem ser identificadas a olho nu, caso do Programa Cidade Limpa. São Paulo, que era visualmente a cidade mais poluída do mundo, passou a ser a menos poluída. Outras não são possíveis de ser vistas, mas seus resultados são muito auspiciosos e nos trazem muito alento em relação ao futuro”, observou Kassab.

Vanguarda ambiental

A aprovação da Lei Municipal de Mudanças do Clima (Lei 14.933, de 5 de junho de 2009), possibilitou um pioneirismo nessa questão na América Latina. Foi a partir da legislação que a Cidade criou o Comitê Municipal de Mudança do Clima e Ecoeconomia, o que permitiu a discussão e a viabilização para implementar as políticas públicas previstas pela legislação, cuja meta é a redução de 30% das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEEs).

O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Miguel Bucalem, foi indicado para a presidência do Comitê. Com a necessidade de aprofundar a discussão sobre mudanças climáticas, houve a formação de um grupo reunindo membros da Prefeitura e da sociedade civil. Por meio do Comitê, houve o direcionamento para a consolidação das Diretrizes. Com isso, a cidade de São Paulo passa a ser a única do Brasil com lei e diretrizes voltadas ao meio ambiente. E dessa forma, se coloca em igualdade com outras grandes metrópoles que pertencem à Rede C40.

Parceria da C40 com o Banco Mundial

Ainda durante a cerimônia de abertura da C40 São Paulo Summit, foi assinado um memorando que celebra o acordo de intenções entre a Rede C40 e o Banco Mundial. Por meio do protocolo assinado por Michael Bloomberg e Robert Zoellick, ficou definida uma parceria para ajudar os membros da C40 a elaborarem projetos de financiamento para iniciativas sustentáveis.

Dessa forma, o acesso ao crédito do Banco Mundial será facilitado. “Chegamos a um acordo histórico com o Banco Mundial. Isso mostra o grau de desenvolvimento da Rede C40”, comemorou Bloomberg. Zoellick ressaltou as palavras do prefeito de Nova York. “Essa parceria de apoio do Banco Mundial à Rede C40 busca incentivar as cidades a realizar boas ações no âmbito ambiental. Essa é a mensagem-chave do acordo”.

Kassab também enalteceu a medida. Segundo ele, a parceria só tem a agregar às cidades na busca de um crescimento sustentável. “A presença expressiva de prefeitos e dirigentes de diversas cidades na reunião da C40 mostra que o grande centro de discussões na administração pública gira em torno das questões ambientais. Aqui já tivemos a oportunidade de expor dificuldades e desafios. Agora, vamos seguir com o processo de integração de esforços para que possamos melhorar o planeta”, concluiu

[Fonte]

Voltar para o topo