10 Dicas de como Reduzir sua Exposição à Radiação do Telefone Celular Reviewed by Vida sustentável on .   A cada dia chega mais notícias sobre os malefícios causados na saúde com o uso do telefone celular. Não é de hoje que existe uma luta entre as grandes em   A cada dia chega mais notícias sobre os malefícios causados na saúde com o uso do telefone celular. Não é de hoje que existe uma luta entre as grandes em Rating:
Você está aqui:Home » Meio Ambiente » 10 Dicas de como Reduzir sua Exposição à Radiação do Telefone Celular

10 Dicas de como Reduzir sua Exposição à Radiação do Telefone Celular

10 Dicas de como Reduzir sua Exposição à Radiação do Telefone Celular

 

A cada dia chega mais notícias sobre os malefícios causados na saúde com o uso do telefone celular. Não é de hoje que existe uma luta entre as grandes empresas de eletrônica e os centros de pesquisas sobre o quanto as ondas eletromagnéticas podem fazer mal a saúde. O próprio celular desligado tem substâncias químicas tóxicas como a bateria e componentes eletrônicos, mas o mais perigoso é a emissão de ondas eletromagnéticas que são extremamente cancerígenas.

 

 

A Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer, afiliada a Organização Mundial da Saúde, classificou as ondas eletromagnéticas dos celulares como possivelmente cancerígenas. Para minimizar o risco podemos usar o aplicativo para celular que ajuda a reduzir essa exposição à radiação eletromagnética ou seguir as 10 dicas abaixo.

 

10 Dicas de como fugir da radiação cancerígena dos Telefones Celulares

 

Você realmente precisa usar o telefone celular ou enviar mensagens de texto?  Tente usar somente o necessário, faça uma pausa e desligue-o, imagine que a cada ligação e a cada mensagem você está tomando uma gota de veneno, e o pior é que isso não é mentira.

Se você não pode abolir o uso desse aparelho, escolha um telefone que emita menos radiação. Fabricantes estão cada vez mais conscientes dos riscos para a saúde e estão fabricando modelos com  baixos níveis de radiação.

Cuidado com o  Bluetooth, ele geralmente emite menos radiação do que os telefones celulares, mas as pessoas tendem a usá-los por muito mais tempo,  como resultado são expostas muito mais à radiação .

Use uma capa de telefone celular protetora que reduz a exposição à radiação. Nos EUA elas já estão disponíveis, mas aqui no Brasil é algo de luxo.

Use o telefone celular o menos possível, tente manter o maior parte do tempo longe de seu corpo e faça chamadas de curta duração.

Use o viva-voz,  assim você mantém o telefone celular o mais  longe de sua cabeça. Mesmo com essa atitude você ainda vai ser exposto á radiação, mas  a quantidade perto de sua cabeça será bem reduzida.

Use fones de ouvido sempre que possível. Novamente, isso vai manter o telefone celular mais longe de sua cabeça e poupar seu cérebro de um câncer no futuro.

Caso você seja uma pessoa consciente e precavida, tome suplementos naturais conhecidos por reduzir os danos causados pela radiação dos celulares, entre eles estão o ácido alfa-lipóico e as vitaminas C e E.

Mantenha o telefone longe de sua cama e de preferência a algumas paredes de distância. Dormindo com o telefone perto de sua cabeça, como em seu criado mudo, pode expor à radiação por longos períodos de tempo em quanto dorme.

Não deixe o telefone celular no bolso., use um coldre e clipe para cinto, eles  fornecem uma barreira para reduzir a exposição.

 

Mais fontes de Ondas Eletromagnéticas que você deve evitar

Wifi também é uma fonte extremamente nociva de radiação eletromagnética, então mantenha o tablet, roteador  e notebook na lista de equipamentos de risco, trabalhe com wifi desligado. Sistemas Bluetooth também devem ser evitados, eles podem ser encontrados em fones de ouvido e aparelhos de som. Sistemas wireless que trabalhem em frequências altas também são perigosos, ele são encontrados em alguns brinquedos, hardwares de computadores como mouses e teclados,  eletrodomésticos, controles remotos, etc.

[Fonte] [Foto]

 

Voltar para o topo