Conheça a Classificação, Símbolos e Destino do Lixo Hospitalar Reviewed by Vida sustentável on .   Sempre estamos ouvindo noticias sobre o descarte inadequado de lixo hospitalar em lixões ou mesmo em terrenos baldios. Chamamos de  lixo hospitalar  todo   Sempre estamos ouvindo noticias sobre o descarte inadequado de lixo hospitalar em lixões ou mesmo em terrenos baldios. Chamamos de  lixo hospitalar  todo Rating:
Você está aqui:Home » Gestão de Resíduos » Conheça a Classificação, Símbolos e Destino do Lixo Hospitalar

Conheça a Classificação, Símbolos e Destino do Lixo Hospitalar

Conheça a Classificação do Lixo Hospitalar

 

Sempre estamos ouvindo noticias sobre o descarte inadequado de lixo hospitalar em lixões ou mesmo em terrenos baldios. Chamamos de  lixo hospitalar  todo o resíduo de hospitais, Clinicas Dentarias, laboratórios e outras instituições de saúde. O Brasil tem uma legislação bem clara sobre o descarte de resíduos hospitalares, ela está regulamentada pela Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) RDC n° 306, que dispõe sobre o Regulamento Técnico para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde, e no Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) n° 358, que dispõe sobre o tratamento e a disposição final dos resíduos dos serviços de saúde.

 O lixo hospitalar é classificado em  cinco grupos:

 

Lixo Hospitalar – Grupo A
Resíduos Potencialmente Infectantes

Lixo Hospitalar - Grupo A

Essa é a categoria mais perigosa, pois ela contém ou pode conter a presença de agentes biológicos, com riscos de infecção,
Exemplo: placas e lâminas de laboratório, bolsas de sangue contaminadas, vacinas de microrganismos vivos, restos de órgãos, etc.
Acomodação: Saco plastico branco leitoso, resistente e impermeável
Destino: Incineração

Lixo Hospitalar – Grupo B
Resíduos Químicos

Lixo Hospitalar - Grupo B

 

Substâncias químicas que podem causar riscos à saúde e ao meio ambiente,  podem ser tóxicas, inflamáveis, corrosivas, reativas, etc .
Exemplo: Medicamentos, reagentes laboratoriais, etc..
Acomodação: Deve ser mantido na embalagem original ou dentro de recipiente inquebrável
Destino: Devolvido ao fabricante

Lixo Hospitalar – Grupo C
Resíduos Radioativos

 

Lixo Hospitalar - Grupo c

São Rejeitos radioativos materiais que contenham radionuclídeos em quantidades especificados nas normas da Comissão Nacional de Energia Nuclear.
Exemplo: Resíduos de exames de medicina nuclear, radioterapia, rx,  etc..
Acomodação: Devem ser acondicionados em recipientes blindados para evitar vazamento radioativo
Destino: Comissão Nacional de Energia Nuclear

Lixo Hospitalar – Grupo D
Resíduos Comuns

As cores da reciclagem - Coleta Seletiva

Esse é o Lixo menos toxico de origem hospitalar, são resíduos não contaminados, mas não deixam de ter um grau de perigo. Podem não apresentam risco biológico, químico para à saúde, mas não é ideal seu descarte no meio ambiente.
Exemplo: Resíduos de gesso, sobras de alimentos, resíduos de papel, etc..
Acomodação: Devem ser separados e acondicionados de acordo com o material
Destino: Esses Resíduos podem ser Reciclados, Reutilizados ou Descartados de forma correta.

Lixo Hospitalar – Grupo E
Resíduos Perfurocortantes

Resíduos Perfurocortantes

 

Os materiais ‘perfuro-cortantes’ são os materiais que podem furar ou cortar.
Exemplo: Lâminas de Bisturis, ampolas de vidro, agulhas, etc..
Acomodação: Devem ser acondicionados em recipientes rígidos como caixas
Destino: Incineração

[Foto]

Voltar para o topo