Site da Microsoft ensina a economizar energia Reviewed by Vida sustentável on . A Microsoft revelou na quarta-feira seu site Hohm, cujo objetivo é ajudar os consumidores residenciais de energia a economizar dinheiro e reduzir seu impacto am A Microsoft revelou na quarta-feira seu site Hohm, cujo objetivo é ajudar os consumidores residenciais de energia a economizar dinheiro e reduzir seu impacto am Rating:
Você está aqui:Home » Economia » Site da Microsoft ensina a economizar energia

Site da Microsoft ensina a economizar energia

A Microsoft revelou na quarta-feira seu site Hohm, cujo objetivo é ajudar os consumidores residenciais de energia a economizar dinheiro e reduzir seu impacto ambiental por meio da conservação de energia.

A Microsoft há anos vende tecnologia ao setor de energia, e agora está de olho no mercado doméstico de eletricidade, já que a crise econômica está forçando os consumidores a encontrar maneiras de economizar e o governo dos Estados Unidos está preparando leis que imporiam o uso compulsório de recursos renováveis e melhoras na eficiência energética, a fim de diminuir as emissões de carbono. “A conservação é a fonte mais barata de energia”, disse o gerente de produto do Hohm, Troy Batterberry, à Reuters.

Caso os consumidores utilizem menos energia, afirma, as empresas de infraestrutura não precisarão construir tantas usinas novas e poluentes para gerar eletricidade, e todo mundo economizará dinheiro.

O Hohm utiliza complicados algoritmos para analisar informações fornecidas pelos consumidores e pelas empresas de energia participantes, a fim de ajudá-los a compreender melhor seu uso de energia, encontrar dicas sobre como economizar e a poupar dinheiro.

As dicas incluem substituição de termostatos e refrigeradores e, quem sabe, no futuro, a instalação de paineis solares residenciais. O Microsoft Hohm pode ser utilizado gratuitamente pelos 120 milhões de domicílios dos EUA.

O Google lançou programa semelhante este ano, o PowerMeter, por enquanto disponível para um grupo limitado de usuários atendidos pelas empresas de energia que têm parcerias com a companhia. O Google planeja expandir o programa este ano.

A Microsoft informou que todos os fornecedores de relógios de luz, empresas de tecnologia e consultorias interessados seriam aceitos como parceiros para o Hohm, e poderiam continuar também a oferecer serviços concorrentes.

Fonte: Reuters

Voltar para o topo