Geladeira Ecológica e Sustentável Economiza Energia com Baixa Tecnologia Reviewed by Vida sustentável on .   Esta invenção é um tipo de "geladeira " que mantém os alimentos frescos, sem a necessidade de eletricidade, o  recipiente cilíndrico pode funcionar como   Esta invenção é um tipo de "geladeira " que mantém os alimentos frescos, sem a necessidade de eletricidade, o  recipiente cilíndrico pode funcionar como Rating:
Você está aqui:Home » Economia » Geladeira Ecológica e Sustentável Economiza Energia com Baixa Tecnologia

Geladeira Ecológica e Sustentável Economiza Energia com Baixa Tecnologia

Geladeira Ecológica e Sustentável Economiza Energia com Baixa Tecnologia

 

Esta invenção é um tipo de “geladeira ” que mantém os alimentos frescos, sem a necessidade de eletricidade, o  recipiente cilíndrico pode funcionar como um refrigerador adicional ou como um compartimento de armazenamento primário para acampamentos ou viagens.  Essa  geladeira ecológica chama-se KeepCool e foi criada pelo designer belga, Vincent Gerkens, ela incorpora duas camadas de material com água no meio, o arrefecimento no ar exterior refresca através de um processo de evaporação.

 

 

“Ao propor este projeto,  o seu autor quer defender a mensagem de que todos possam participar na proteção ambiental, usando condições naturais. O objetivo principal é reduzir o uso da geladeira, para encontrar uma alternativa sem substituí-la. Com este produto o criador pretende adaptar o uso de eletrodomésticos com menor consumo de energia. “

O pote de terracota é para ser um objeto de uso familiar, não é uma tendência temporária, é sim atemporal. KeepCool é de baixa tecnologia, não dependente de uma tecnologia que estará obsoleto em poucos anos, este produto não vai envelhecer e ser substituído, em alguns meses, por uma outra tecnologia, além disso ele é  feito de materiais ecológicos e recicláveis.

 

Geladeira Ecológica e Sustentável

Keep Cool será produzido numa edição limitada executado e distribuído como parte da estratégia de comunicação do CESE para 2012, comemorando o Ano Europeu da Solidariedade Intergeracional e Envelhecimento Ativo.

[Fonte]

Voltar para o topo